Escola Profissional Desenvolvimento Rural de Abrantes. O consumismo de energia

June 20, 2017 | Author: Ivan di Azevedo Oliveira | Category: N/A
Share Embed Donate


Short Description

Download Escola Profissional Desenvolvimento Rural de Abrantes. O consumismo de energia...

Description

Escola Profissional Desenvolvimento Rural de Abrantes

O consumismo de energia

Consumo de Energia O consumo da energia no mundo está resumido na sua maioria pelas fontes tradicionais como o petróleo, carvão mineral e gás natural etc. Estas fontes são poluentes e não renováveis, mas no futuro, serão substituídas inevitavelmente.

O consumo da energia reflecte-se tanto no grau de industrialização de um país como o grau de desenvolvimento e bem - estar da população. Este consumo nos países mais industrializados é aproximadamente 88 vezes superior ao consumo dos países menos desenvolvidos

A EDP vai lançar 12 projectos cujos resultados se pretendem estruturantes para a realidade energética do País. 12 projectos ao abrigo do plano de promoção da eficiência no consumo que vão envolver as famílias, as empresas, a sociedade em geral e toda a EDP.

A EDP é o mais activo promotor desta nova atitude social, acelerando o processo de tomada de consciência e de adopção de medidas concretas. Está nas nossas mãos mudar atitudes e comportamentos, e passar à acção.

Algumas dicas para nos ajudar a poupar energia ™

™ ™ ™

™

Poupe com uma ideia luminosa – subsituação das lâmpadas incandescentes por lâmpadas economizadoras. Aproveito toda a energia natural que puder. Viva de acordo com as estações do ano. Compre equipamentos que apresentem a melhor eficiência energética (classe A) Desligue os equipamentos no botão isto é não deveríamos deixar os equipamentos em stand by.

Pense rápido quando abre o frigorifico, deve faze-lo o mais rápido possível para não consumir electricidade que não necessitamos. ™ Opte sempre pela carga máximo, ao utilizar a maquina de lavar loiça, ou roupa complete sempre a carga, porque assim poupa agua, tempo, e sobretudo energia. ™

Lave a baixas temperaturas se possível nas maquinas de lavar roupa e loiça pois assim vamos poupar energia. ™ Aqueça a comida em recipientes eficientes, (cerâmica ou vidro), quando cozinhar no forno assim permite-nos baixar a temperatura necessária ao cozinhado em cerca de 25ºC. ™

Use o microondas para microrefeiçoes para aquecer ou cozinhar pequenas quantidades de comida. ™ Entre na era do computador portátil, estes são energeticamente mais eficientes podendo reduzir o consumo de energia até 90%. ™ Faça a escolha inteligente para o seu bolso e para o ambiente se a casa for bem construída pode reduzir a sua factura energética em 25%. ™

Cada um de nós poderá contribuir para a construção de um mundo mais eficiente. Todos juntos podemos marcar a diferença. É só preciso modificarmos alguns hábitos da nossa rotina, como por exemplo: ™ ™ ™

Prefira os transportes colectivos; Não use o carro para trajectos curtos; Opte por partilhar o automóvel, dê e peça boleia

Opte por um carro hídrico, é mais amigo do ambiente; ™ Verifique a pressão dos pneus para evitar o aumento do consumo de combustível; ™ Não conduza de forma brusca nem a grande velocidade; ™ Evite lavar o carro com a mangueira, gastará cerca de 600litros de água, se utilizar um balde e esponja apenas gastará 60 litros. ™

™

™

™ ™ ™

Evite andar de avião. O avião é transporte mais poluidor; Recuse a publicidade distribuída na rua, se não lhe interessar; Prefira produtos alimentares de produção local; Utilize os ecopontos; Antes de comprar pense:”Preciso mesmo disso? Posso alugar? Posso comprar uma coisa mais douradora?”

Como era e é o consumo de energia Na verdade o mundo já não conseguiria sobreviver sem energia. Apesar de há uns anos atrás, ainda não tinha sido descoberta e as pessoas conseguiam viver normalmente, é evidente que as condições não eram tão boas como as de agora. Mas isso há uns anos atrás não era uma grande preocupação, o facto de não terem energia.

Hoje em dia, o mundo, gira em torno da energia. Isto é, precisa para tudo, televisão, computador, luz, etc. Muitas das pessoas já não vivem sem esses objectos no seu dia-a-dia, mas a verdade é que abusam no seu consumo. Por essas razões é que cada vez mais se alerta para esse consumismo, enquanto há varias maneiras para e, não só em nossas casas, mas como no local de trabalho, e noutros locais que utilizemos.

Fontes de energia renováveis e não renováveis

Fontes de energia renováveis O Sol que irradia energia constantemente para o espaço, o vento e os cursos de água que ocorrem eternamente são exemplos de fontes de energia renováveis. ™ Energia solar – constitui a nossa energia. Esta energia pode ser captada de diversas formas como, por exemplo, através de painéis solares para aquecimento das casas.

™

Energia hídrica – os cursos de água são uma fonte de energia “eterna”. No final do século XIX, foi inventado o gerador eléctrico que permitiu obter energia eléctrica a partir da energia da agua, nas hidroeléctricas.

Fontes de energia não renováveis

™

Os combustíveis fosseis – petróleo, gás natural e carvão – assim com os combustíveis nucleares – urânio e plutónio – esgotam-se à medida que os utilizamos, sendo fontes de energia não renováveis e causam problemas, também são as mais actualmente utilizadas. Urânio – é uma substancia radioactiva cuja cisão produz grande quantidade de energia. Um quilograma produz, numa central nuclear, uma quantidade de energia cerca de um milhão de vezes superior à que se obtém a partir de um quilograma de carvão.

™

Gás natural – também é um combustível fóssil que se encontra, geralmente, junto ao petróleo. De todas as fontes de energia não renováveis é a mais ecológica e a mais barata.

Veja o que poderá poupar com uma lâmpada florescente compacta

O que pode ganhar! Uma comparação entre uma lâmpada incandescente e uma florescente compacta, são ambas capazes de fornecer iguais de condições de iluminação, ambas a funcionar durante quatro horas por dia, num período de três anos dá-nos razões para pensarmos.

Incandescente

florescente compacta

Potencia

100 W

23 W

Preço de compra

€ 1,50

€ 6,00

Tempo de vida

1000 horas

10000 horas

Custo das lâmpadas € 10,50 ( com a substituição por avaria)

€ 6,00

Custo em electricidade ( em 3 anos)

€ 39,33

€ 9,05

Custo total em 3 anos

€ 49,80

€ 15,04

Embora uma lâmpada incandescente custe cerca de 4 vezes menos do que uma florescente compacta, é necessário substituir a incandescente muito mais vezes do que a florescente – esta tem um tempo de vida 10 vezes superior. Também o custo de funcionamento da incandescente é cerca de 4 vezes superior ao da lâmpada florescente compacta. No total, e ao fim de 3 anos, o custo com a tecnologia incandescente atinge quase os 50 euros, enquanto que a florescente fica-se pelos 15 euros. Isto para uma lâmpada e 3 anos de funcionamento

Bibliografia ™

Edições ASA, F.Q. – Sustentabilidade na terra 3º ciclo

™

www.wikipedia.com

™

www.edp.pt

View more...

Comments

Copyright � 2017 SILO Inc.
SUPPORT SILO