cultura

January 23, 2018 | Author: Anonymous | Category: N/A
Share Embed Donate


Short Description

Muito mais que um reduto de praias, shoppings e bons restaurantes, Miami tem potencial de sobra para ser classificada co...

Description

C U LT U R A

110

PROCE S SO C R I AT I VO Há 14 anos, a Art Basel desembarcava em Miami, na Flórida. Considerada uma das maiores exibições de arte moderna e contemporânea do mundo, a feira acontece, neste ano, entre os dias 3 e 6 de dezembro e contemplará grandes nomes da arte e design brasileiros P OR

Isabela Giugno

M

uito mais que um reduto de praias, shoppings e bons restaurantes, Miami tem potencial de sobra para ser classificada como um polo cultural dos Estados Unidos, já que, nos últimos anos, conseguiu atrair uma safra significativa de espaços dedicados à arte. O bairro Design District, por exemplo, foi revitalizado e hoje abriga, além de lojas de grifes internacionais, ateliês e galerias. Outro núcleo cultural de Miami é o distrito de Wynwood Walls. Em 2009, cerca de 8 mil metros quadrados das paredes do bairro receberam grafites de artistas originários dos Estados Unidos, da Bélgica, do México e de Portugal, entre outros países. O Brasil não ficou de fora e está muito bem representado na vizinhança com um mural coloridíssimo concebido pela dupla osgemeos ,em parceria com os artistas Nina e Finok. Não à toa, o clima underground e descolado da região tem atraído cada vez mais galerias, lojinhas independentes, cafés, food trucks e muitos visitantes.

Ao lado, Humberto Campana, Espedito Seleiro e Fernando Campana. O trio estreará uma edição especial da linha Cangaço na Art Basel Miami deste ano

111

RETRANCA

A Art Basel, que estreou nos Estados Unidos há 14 anos, é outra atração cultural que foge do circuito turístico óbvio da cidade. Considerada um dos eventos de arte mais importantes do mundo, a feira suíça acontece anualmente na Basileia, Suíça, desde 1970, e em Hong Kong, China, desde 2012. Em Miami, a mostra é sediada no Centro de Convenções de Miami Beach e, nesta edição, 267 galerias da América do Norte, América Latina, Europa, Ásia e África marcarão presença para exibir mais de 4 mil obras de artistas modernos e contemporâneos. Pinturas, esculturas, instalações, fotografias, filmes e performances estão entre as vertentes artísticas expostas na feira, que foi idealizada por três galeristas: Trudi Bruckner, Balz Hilt e Ernst Beyeler. Entre as nacionais que prometem ganhar destaque neste ano estão Luciana Brito, Fortes Vilaça, Vermelho e Nara Roesler. Fabiola Ceni, diretora da Galeria Nara Roesler, em São Paulo, diz que a feira é a plataforma ideal para dar visibilidade à arte brasileira. “A Art Basel é uma das principais exibições do mundo, e a estreia do evento em Miami contribuiu para que os artistas latino-americanos ficassem em evidência”, conta. Ela também comemora a alta cotação do dólar e afirma que esse fator representará um grande atrativo para os colecionadores que visitarão a mostra. “As obras criadas pelos brasileiros ficarão muito mais valorizadas no exterior, e esse é o momento para fazerbons negócios”, afirma.

Ao lado e abaixo, os mobiliários da coleção Cangaço. No topo da página, a obra Ocean Atlas, do artista Thiago Rocha Pitta

112

Retrato Lucas Moura/cortesia Estúdio Campana e Firma Casa; courtesy the gallery and the artist; Eduardo Ortega

Nesta edição da Art Basel Miami, a Nara Roesler irá apresentar um número generoso de trabalhos assinados por artistas nacionais. Entre os highlights contemplados pela galeria estão obras desenvolvidas por Antonio Dias, Bruno Dunley e Berna Reale. “Os três vivem um momento muito positivo de visibilidade no mercado internacional e são apenas alguns dos talentos brasileiros que terão criações expostas na feira”, explica Fabiola. O design brasileiro, que também tem vez no evento, será apresentado pelos irmãos Fernando e Humberto Campana. Na ocasião, a dupla estreará a cadeira, a poltrona, o sofá e o espelho que integram a coleção Cangaço, concebida em parceria com o mestre artesão Espedito Seleiro.

Acima, a obra Instante Capital, de Rodrigo Cass, que está na Galeria Fortes Vilaça. Ao lado, os retratos de Marina Abramovic, que eståo expostos na Luciano Brito Galeria

Abaixo, a pilastra de granito preto criada por Iran do Espírito Santo. Ao lado, obra do artista Ernesto Neto, que é composta por tecido e isopor. Ambas integram o acervo da Galeria Fortes Vilaça

113

View more...

Comments

Copyright � 2017 SILO Inc.